Caça ao tesouro

Na torcida 04/02/2013
Com a camisa do São Paulo, Paulo Henrique Ganso é alvo de chuva de moedas na sua volta à Vila Belmiro e gandula aproveita para encher o bolso

Protesto da torcida contra Ganso

Era previsível. O meia Paulo Henrique Ganso virou alvo, de novo, de uma chuva de moedas na Vila Belmiro. Foi o seu primeiro jogo pelo São Paulo na casa de seu ex-clube. Ele mesmo se abaixou para catar, ironizando a ação da torcida, que protestara da mesma forma na partida contra o Bahia, quando o meia estava de saída do Peixe. Mas quem levou a sério a coleta das moedas foi o gandula Ceará (foto abaixo).

Os 15 minutos de intervalo não foram suficientes para recolher todas as "oferendas" do gramado. Deu para encher uma caixa, que ele tentou esconder num cantinho perto de uma das traves. Não deu certo. Um funcionário da Vila na arquibancada estava de olho. "Quanto será que rendeu?", perguntou vislumbrando uma participação nos lucros.

Ceará na função de catar as oferendas a Ganso


Comentários

  1. elbacynthia disse:

    Eu acho um pouco idiota esse tipo de atitude das torcidas. Mas confesso que num dia como esses eu gostaria de limpar esse gramado. hahaha

    1. Fábio Soares disse:

      Olha, ontem deve ter rendido uns 50 reais…abs

  2. Deca disse:

    Por isso que ele nao jogou nada. Ficou de olho nas moedas